Terça, 05 de julho de 2022
Brasília 19º MIN 28º MAX
Dólar R$ 4,1944
domingo, 06 de março de 2022 às 12:52

Refugiados ucranianos já somam 1,5 milhões de pessoas

Foto: Andreea Alexandru/Copyright 2022 The Associated Press.

Cerca de 1,5 milhões de ucranianos fugiram, já, do país desde que a Rússia iniciou a invasão da Ucrânia, há 10 dias.

De acordo com os dados do Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados a maior parte deste número é constituída por mulheres e crianças.

A maioria destas pessoas encontrou refúgio na Polónia, Moldávia, Hungria e Roménia, entre outros países.

Na fronteira romena, milhares de automóveis fazem fila, todos os dias, para poderem entrar.

De acordo com as organizações humanitárias, no local, milhares de pessoas atravessaram a fronteira, através do rio Danúbio, numa tentativa desesperada para fugir dos bombardeamentos das forças invasoras russas.

O alto-comissário da ONU para os refugiados considera que esta é a crise de refugiados que mais cresce na Europa desde a II Guerra MundialFilippo Grandi sublinha que inicialmente o ACNUR estimou que a guerra na Ucrânia pudesse fazer cerca de quatro milhões de deslocados e ao ritmo que as pessoas estão a fugir do país, é muito provável que se atinja esse número.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas vai reunir-se, esta segunda-feira à tarde, para analisar as possíveis respostas para as crescentes necessidades humanitárias provocadas pela invasão russa da Ucrânia.

Em algumas cidades do país a situação agravou-se bastante, nas últimas horas. A organização não-governamental Médicos Sem Fronteiras afirma que a situação humanitária em Mariupol, por exemplo, é "catastrófica".

Fonte: Euronews

Mais do AZ Brasília

FAB poderá transportar pets dos brasileiros que serão repatriados da guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
FAB poderá transportar pets dos brasileiros que serão repatriados da guerra na Ucrânia
Otan não enviará tropas para lutar ao lado dos ucranianos
Guerra na Ucrânia
Otan não enviará tropas para lutar ao lado dos ucranianos
ONU pede que países ajudem vítimas da guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
ONU pede que países ajudem vítimas da guerra na Ucrânia

Dê sua opinião: