Terça, 05 de julho de 2022
Brasília 19º MIN 28º MAX
Dólar R$ 4,1944
segunda, 28 de fevereiro de 2022 às 13:23

Assembleia Geral da ONU debate ofensiva militar russa na Ucrânia

Foto: Reuters/Carlo Allegri

Começou pouco depois do 12h – horário de Brasília – a reunião emergencial da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, com o objetivo de votar resolução condenando a ofensiva militar russa na Ucrânia, pelos 193 países-membros da sessão emergencial da Assembleia Geral. O presidente da Assembleia, Abdullah Shahid, abriu a reunião com um minuto de silêncio em homenagem às vítimas da guerra e em um discurso de defesa da paz destacou que armas são melhores quando não são utilizadas.

A convocação dos 193 países-membros da sessão de emergência foi aprovada ontem (27) pelo Conselho de Segurança, quando 11 países votaram a favor, entre eles, o Brasil, os Estados Unidos e a França. A Rússia foi contra a decisão, mas não pôde usar o poder de veto, por não ser permitido esse tipo de procedimento. Três nações se abstiveram na votação: a China, Índia e os Emirados Árabes Unidos.

Histórico

Esta é a primeira vez desde 1982 que o Conselho de Segurança pede sessão de emergência da Assembleia Geral. O pedido de uma sessão sobre a Ucrânia ocorre depois que a Rússia vetou na sexta-feira um rascunho da ONU, a Resolução do Conselho de Segurança que teria deplorado a invasão de Moscou.

Fonte: Agência Brasil

Mais do AZ Brasília

Refugiados ucranianos já somam 1,5 milhões de pessoas
Guerra na Ucrânia
Refugiados ucranianos já somam 1,5 milhões de pessoas
FAB poderá transportar pets dos brasileiros que serão repatriados da guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
FAB poderá transportar pets dos brasileiros que serão repatriados da guerra na Ucrânia
Otan não enviará tropas para lutar ao lado dos ucranianos
Guerra na Ucrânia
Otan não enviará tropas para lutar ao lado dos ucranianos

Dê sua opinião: